O que acontece quando não sacam o PIS/Pasep?



O saque do benefício do PIS/Pasep do ano de 2016 e 2017 já foi liberado, de acordo com o calendário divulgado pelo governo. Mas, e quem não conseguir fazer seu saque, o que acontece?



O prazo para sacar o benefício do PIS/Pasep do ano-base 2016  finalizará dia 30 de dezembro deste ano e o prazo para saque do ano-base 2017 está previsto para o mês de junho de 2019. Porém, caso você não consiga sacar seu benefício dentro destes prazos, de acordo com o Ministério do Trabalho, todo o valor volta para o Fundo de Amparo ao Trabalhador, FAT, e, depois, para o contribuinte poder sacar seu abono salarial, será possível apenas por meio de uma ação judicial.

É importante que todos fiquem atentos aos prazos para saque, já que, para entrar com esta ação na Justiça o contribuinte terá que gastar dinheiro com os custos judiciais, portanto, o ideal é que o trabalhador tenha certeza que tem direito ao benefício para acessar a justiça e não perder tempo e dinheiro.

O Fundo de Amparo ao Trabalhador é integrado ao Ministério do Trabalho e possui origem contábil-financeira. Este fundo serve para custear programas como o seguro-desemprego e o abono salarial, além de financiar os programas voltados para o desenvolvimento econômico do país.




Que tal economizar com os gastos com papel e ajudar o meio ambiente?

Imprima somente o necessário
Seja econômico: alguns documentos precisam de cópia física, tais como comprovantes de pagamentos ou contratos, mas se o restante dos dados você puder armazenar em um computador, pen drive ou hd externo, melhor!