Reajustes em auxílios e gratificações de servidores são barrados no atual governo de MG



O governo Zema barrou os reajustes em auxílios e gratificações dos servidores públicos do estado de Minas Gerais.



Foram proibidas, de maneira formal, as concessões de aumentos nos benefícios e auxílios dos servidores públicos estaduais de Minas Gerais. A Câmara de Orçamento e Finanças do estado que decidiu por isso e divulgou a notícia em uma circular. Esta circular foi encaminhada para os dirigentes dos diversos órgãos públicos.

O documento foi assinado pelo secretário da Fazenda, Otto Levy, no dia 21 de janeiro de 2019.  O conteúdo da circular comunica que a equipe de finanças do estado decidiu por cancelar as autorizações que foram concedidas (e ainda não implementadas) até o fim do governo Fernando Pimentel. A decisão é válida para gratificações, ajudas de custo e auxílio-alimentação. Desta forma, todos os pedidos devem ser apresentados novamente à comissão pelos titulares de cada pasta.




Que tal economizar com os gastos com papel e ajudar o meio ambiente?

Imprima somente o necessário
Seja econômico: alguns documentos precisam de cópia física, tais como comprovantes de pagamentos ou contratos, mas se o restante dos dados você puder armazenar em um computador, pen drive ou hd externo, melhor!