Regras para a declaração do Imposto de Renda são atualizadas



No Diário Oficial da União disponibilizado no último dia 06, foi publicada a Instrução Normativa RFB número 1756 do ano de 2017, a qual informa sobre as regras gerais de tributos do Imposto sobre a Renda das Pessoas Físicas, o IRPF. Esta é a mudança feita na Instrução Normativa RFB número 1500, do ano de 2014, e seu objetivo é unificar as leis sobre os impostos.



Para quem tem filho mas está separado de seu parceiro, uma das alterações é que, agora, a criança que fica em guarda compartilhada pode ficar como dependente de somente um dos pais. Outras alterações foram os prazos para dedução de alguns impostos, como: valores de patrocínios ou doações para projetos desportivos e paradesportivos tem seu prazo até o ano de 2022; dinheiro de doações e patrocínios de serviços do Pronon e do Pronas/PCD tem o prazo até o ano de 2020 e os investimentos e patrocínios para obras audiovisuais para o cinema, que sejam aprovadas pela Ancine tem seu prazo até este ano, 2017.

Outra alteração é sobre as bolsas oferecidas pelas ICT, Instituições Científica, Tecnológica e de Inovação, que serão consideradas doação, desde que sejam para realizar atividades de pesquisa científica e tecnológica, desta forma, não será necessário o pagamento de nenhum imposto. Quanto ao dinheiro enviado ao exterior que seja destinado à educação, ciência e cultura, este não estará sujeito a retenção na fonte. Também terá isenção de imposto quem receber o auxílio-doença, pois o valor é de origem providenciaria, mas quem tiver licença para tratar algum problema de saúde deve pagar imposto, já que receberá salário.




Que tal economizar com os gastos com papel e ajudar o meio ambiente?

Imprima somente o necessário
Seja econômico: alguns documentos precisam de cópia física, tais como comprovantes de pagamentos ou contratos, mas se o restante dos dados você puder armazenar em um computador, pen drive ou hd externo, melhor!